ORTS COMEÇA A TEMPORADA CX COM UMA EXPLOSÃO

Felipe Orts comienza la temporada de CX

Avaliação mais que positiva para Felipe Orts, do Burgos-BH, após as três provas realizadas na Bélgica, a estreia na Copa do Mundo CX e a vitória em Luxemburgo.

Num mês de competição na lama, o atual campeão espanhol de ciclocross já demonstrou a boa forma que atravessa ao conquistar a vitória nos campos da cidade de Contern, palco da segunda prova da Skoda Cross Cup CX no Luxemburgo.

“Tinha planejado sair sem treinar porque o circuito era muito complicado. Tinha chovido muito e era 'cada um por si'. Comecei no meu ritmo, mas quatro ou cinco largaram mais rápido que eu e estavam se atacando e gastando muito. Economizei forças e a meio da corrida apanhei o grupo da frente. Só de marcar o ritmo abri um intervalo de dez, quinze segundos, que consegui segurar até o final. O objetivo aqui era vencer, conseguimos isso em uma corrida complicada com rivais de alto nível como Thijs Aerts (Baloise Trek Lions) e Lander Loockx (Deschacht Hens Maes), que favoreceram mais o circuito do que eu. Sinto-me muito bem e uma vitória fora de Espanha é sempre complicada e muito importante”, disse Orts.

À sua primeira vitória no calendário europeu CX fora de Espanha , somamos uma série de participações impecáveis. Na última quinta-feira, dia 21, disputou a prova de Ardooie, com um terreno muito pesado de chuva e lama, soube ir do menos ao mais, assinando um top-10, chegando apenas alguns segundos atrás dos rivais que fecharam o top- 5. Finalmente o belga Laurens Sweeck venceu a prova.

Dois dias depois, ele competiu novamente no sábado, dia 23, no Ruddervoorde Superprestige.

Além de privilegiar o circuito rápido e a boa temperatura, Orts esteve na liderança desde a primeira volta. Mesmo rodando em 6º, finalmente fechou a prova com uma ótima 7ª posição , acompanhada de um desempenho técnico incrível nas áreas mais complicadas. O corredor belga Eli Iserbyt saiu vitorioso desta prova, à frente dos seus compatriotas Quinten Hermans e Toon Aerts.

Para encerrar esta semana de competições de CX em solo belga, no domingo, dia 24, foi realizada a Copa do Mundo de Zonhoven.

O regresso ao WC decorreu num percurso repleto de descidas e areais. Partindo da terceira fila, ganhando ritmo aos poucos e lutando pelos 15 primeiros ao longo da corrida, o Alicantino terminou finalmente na 18ª posição.

Felipe Orts ciclista profissional CX

“Não gostei nada do circuito de Ardooie, era muito pesado. Também estava cansado da viagem, de estar na Galiza, Alicante, Burgos... Mas fui conseguindo aos poucos pegar o ritmo e terminar Dia 10 Sábado em Ruddervoorde foi uma grande corrida, o circuito me agradou, as sensações foram boas, comecei bem, mantive a posição e até consegui rodar em sexto, embora no final tenha sido sétimo na meta, o que numa. A corrida de superprestígio é muito importante. Em Zonhoven pude conhecer o circuito e fazendo minha estreia nesta temporada na Copa do Mundo comecei bem atrás, mas tenho voltado em um terreno de areia, que sou. não fui bom, tive uma pequena queda que me machucou e retardou meu progresso, mas aproveitei o resultado e, em geral, o bom equilíbrio dessas três corridas CX.

Depois de alguns dias de recuperação, o alicantista estará novamente presente para enfrentar as restantes provas da temporada CX.

Foto: @alvarocycling

Mais histórias:

FELIPE ORTS E A EQUIPE TEIKA IMPARÁVEIS EM CX.


Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos

Este site está protegido pela Política de privacidade da reCAPTCHA e da Google e aplicam-se os Termos de serviço das mesmas.