EXPLORANDO OS PICOS DA EUROPA

Recorrer los Picos de Europa con bicicleta
Em colaboração com IBAI FRADEJAS

As aventuras de última hora costumam ser as melhores, então planejar um fim de semana explorando aventuras na segunda-feira é um bom começo.

Seguimos em direção aos PICOS DE EUROPA , que receberam esse nome porque foram os primeiros picos que os navegadores descobriram ao desembarcar no norte de Espanha.

Apesar de sermos finais de Julho e início de Agosto, verificámos as previsões meteorológicas visto que se trata de uma zona montanhosa com vários desfiladeiros perto dos 2.000m, ameaçavam tempestades, o que nos causou alguma incerteza, mas não hesitámos e arrumámos as bicicletas.

O plano principal era atravessar o maciço central, e desfrutar durante vários dias paisagens incríveis e quase inexploradas numa bicicleta de gravel e explorar os arredores, tínhamos em mente um percurso com algum asfalto, mas a grande maioria troços mágicos de gravilha.

A trilha nos guiou subindo e descendo a montanha todos os dias para nos mostrar toda a beleza do parque nacional… vamos começar a exploração!

Como diz o nome da coleção “ XPLORE ”, explorar do amanhecer ao anoitecer é a melhor forma de aproveitar ao máximo a região, aproveitando as mais belas opções para ver e aproveitando as horas de bicicleta.

Alojamo-nos em hostels, casas rurais e refúgios de montanha, o que é sinónimo de harmonia com a natureza, de tempo livre ao ar livre e de imersão num ambiente sócio-rural rico em cultura e produtos agroalimentares de qualidade. Definitivamente lugares encantadores para ficar, a um bom preço.

Aproveite o resto da GALERIA DE FOTOS aqui:

Explore os Picos da Europa de bicicleta
Passeie pelos Picos da Europa de bicicleta

INFORMAÇÕES DE VIAGEM

A nossa viagem centrou-se no Parque Nacional dos Picos de Europa , pelo que encontrámos um percurso que percorria todo o seu circuito, subindo e descendo a montanha (embora não até aos topos...) através de um misto de estradas pavimentadas e não pavimentadas.

  • Localização Picos da Europa
  • Estágios 3
  • Distância 200 km
  • Subida acumulada 6.600 m
  • Pneus mínimos recomendados de 40mm.
  • Desenvolvimento recomendado 1:1 visto que existem subidas muito íngremes.

A melhor época para fazer este percurso é no verão, já que na primavera e no outono é possível encontrar neve nos passos mais altos, já que ficam em torno de 2.000m em vários pontos.

Com sua altitude elevada, a facilidade na formação de nuvens e sua influência térmica. Esteja preparado para tudo…

Mais histórias de interesse:

OCELLS DE L´ALBUFERA, UM PERCURSO QUE UNE CASCALHO E ARTE URBANA.


Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos

Este site está protegido pela Política de privacidade da reCAPTCHA e da Google e aplicam-se os Termos de serviço das mesmas.